quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Pela Esquerda!

Abaixo a Ditadura!

“Condor”. O título do filme foi o nome dado à cooperação entre militares sul-americanos que culminou com o seqüestro e assassinato de milhares de pessoas e no exílio de muitas outras em toda a América Latina. O filme conta uma história de terrorismo de estado, através de histórias de pessoas e da busca pela justiça, mostrando entrevistas com os dois lados da história: os militares e os ativistas. O general Manoel Contreras (braço direito de Pinochet), Pinochet Jr, Jarbas Passarinho e Hebe de Bonafini (Madre de Mayo) falam de suas experiências e vidas durante os anos de chumbo na América Latina. Preciso dizer mais? Não. O negocio é fazer fila pra assistir, quando entrar em cartaz. O diretor Roberto Mader nos dá uma aula de história.

Tá dominado, tá tudo dominado!

Um cowboy rastafari a cavalo seqüestra um ricaço e o coloca cara a cara com a realidade do lado de fora dos condomínios fechados. Paulinho Caruso faz do seu curta - Alphaville 2007 d.C. – um filme com muita pressão. E seguuuuura, peão!

Loucura, loucura, loucura!

Um diretor de teatro obcecado com a injustiça cometida contra um fazendeiro, caso que iniciou o processo de extinção da pena de morte no Brasil, resolve montar um espetáculo com este tema usando um elenco de pacientes psiquiátricos. A coisa fica fora de controle quando os pacientes resolvem seguir de maneira realista a história de Manoel da Motta Coqueiro. Um elenco de primeira, com destaque para os atores que interpretam os pacientes (caras não muito conhecidas que nos deixam em dúvida se são ou não internos em tratamento). Eduardo Moscovis também manda ver no papel do teatrólogo Danilo. “Sem Controle” é um thriller brasileiro que consegue prender o espectador na cadeira na primeira parte e causar o desconforto da situação incômoda apresentada no decorrer do filme. Cris D’Amato soube como fazer a coisa render utilizando até o efeito de “noite americana” (filmar de dia com filtros que simulam a noite).

Nenhum comentário: