quinta-feira, 22 de maio de 2008

Senado Federal: Mão Santa, boca dos infernos!




Toda vez que eu ouço ou leio alguma declaração de alguém tentando se desculpar pelo preconceito velado, com frases do tipo "sempre repudiei o preconceito", "é só perguntar a quem me conhece", "no samba e no futebol tenho amigos afro-descendentes", "tenho orgulho da minha mãe de criação que é negra", "desde os anos 60, adoro cabelo black power, se lembra da Angela Davis? E dos Black Panters?", "o melhor professor que tive foi um negro", "meu melhor amigo senador é um negro" fico com a certeza de que eu,
negro, sou o SEGUNDO melhor amigo do homem (Rolo).

2 comentários:

Christian disse...

Pois é, Paulinho. Primeiro o Zuenir, depois o Pata Santa. Ato falho atrás de ato falho, o racismo à brasileira vai se entregando... E ainda há quem duvide de sua existência.

Sonia H. disse...

Você está coberto de razão!