quinta-feira, 26 de julho de 2007

Encontro Nacional da Juventude Negra acontece na Bahia

A juventude negra brasileira, da cidade e do campo, estará reunida, entre 27 e 29 de julho, no Centro de Referência Afro-Brasileira de Lauro de Freitas, cidade vizinha de Salvador (BA).

No I Encontro Nacional da Juventude Negra (Enjune) são esperados cerca de 600 jovens, eleitos delegados em etapas estaduais, além de observadores e convidados nacionais e internacionais. No encontro serão debatidas as inúmeras especificidades da juventude negra do Brasil, considerando- se as diferenças e desigualdades sociais, no que diz respeito à escolaridade, renda familiar, lazer, gênero, saúde, vida rural e urbana, bem como diversos outros fatores que influenciam na vida e no seu destino.

A Rede da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio do Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural (NEAD), irá veicular a cobertura em áudio em seu site na Internet ( http://www.redeabraco.org/ ).

Qualquer internauta e as emissoras comunitárias de todo o país poderão reproduzir essa cobertura gratuitamente.Espaços Segundo a coordenação do evento, o encontro possui um perfil afro-centrado e suprapartidário. Sua construção se dá de forma coletiva, contemplando as diversas juventudes e as particularidades de cada região, apontando para uma organização heterogênea, mas que mantém sua autonomia enquanto juventude negra. "Jovens negros, através de suas manifestações nos setores político, cultural e social, têm alcançado espaços de representação em vários segmentos da sociedade brasileira, se apresentando como atores e atrizes capazes de estabelecer diálogos, oportunidades, conquistas e propostas políticas", afirma a organização.

O I Enjune é fruto da ação histórica do movimento negro, que vem construindo suas alternativas na luta anti-racista e pela promoção da igualdade étnico/racial de oportunidades. Estarão presentes elementos e movimentos como a cultura hip-hop, os grupos culturais, a capoeira, as manifestações regionais e os coletivos de estudantes.

Mais informações em http://www.redeabraco.%20org/

Fonte: Abraço

Nenhum comentário: